As minhas recomendações sobre temas como o sono, a amamentação, as cólicas, os cuidados do coto umbilical, etc, dos recém-nascidos.

As pneumonias em idade pediátrica, entrevista ao Porto canal no programa consultório. Nesta entrevista aborda-se o tema das pneumonias em crianças e adolescentes previamente saudáveis.

 Nesta entrevista é abordado o tema dos acidentes em pediatria, com especial ênfase na vertente da prevenção, tendo por base as recomendações da Associação para a Promoção da Segurança Infantil (APSI). Porto Canal: os acidentes e sua prevenção em idade pediátrica.

Os infantários são  valiosos parceiros educativos cada vez mais utilizados na instrução das nossas crianças, colocando algumas questões, nomeadamente ao nível do risco infeccioso, sua prevenção e necessidade de emissão de declarações médicas por diversas situações clínicas e legais. Nesta entrevista de 2010, numa unidade pediátrica do instituto CUF que já não existe, abordam-se estas questões, com um…

Vão decorrer no próximo dia 23 de Maio pelas 9:30 (sábado de manhã) no auditório do Hospital CUF Porto as 6ªs Jornadas de Pediatria para Pais. Com temas diversificados como a alergia às proteínas de leite de vaca,como viajar com crianças, segurança nas férias ou moluscos e verrugas na pele. As inscrições são gratuitas, dependentes…

 Apresenta-se uma imagem publicada relativa a um caso clínico de larva migrans cutânea.

A dermocosmética infantil, muito pela enorme oferta de produtos disponíveis e promessas de resultados, representa uma área de conhecimento que merece ser analisada criticamente e dominada. Será abordada por mim neste evento numa perspectiva de «como eu faço».

O molusco contagioso é uma infecção superficial da pele provocada por vírus, habitualmente autolimitada e benigna em crianças e adolescentes saudáveis, mas que coloca importantes questões ao nível da abordagem terapêutica e também no que respeita aos cuidados a ter para evitar o seu contágio em instituições de ensino, nas actividades desportivas ou uso de…

A acne vulgar é muito frequente e tendencialmente desvalorizada como uma fase normal da adolescência. Na verdade é uma doença com óptimas possibilidades terapêuticas cujo sucesso está associado a melhoria da auto-estima e desempenho escolar ou profissional.

2014 © Todos os direitos reservados | Desenvolvido por JumpStart